Escolha uma Página

O vírus que causa a COVID-19 pode provocar ou piorar a dor crônica já presente em pacientes, infectando o sistema respiratório e trazendo reações diretas e indiretas da infecção em vários sistemas e órgãos, implicando também no sistema musculoesquelético.

Dados epidemiológicos da pandemia de SARS de 2002 a 2004 constataram mialgias, disfunções musculares, osteoporose e osteonecrose como sequelas comuns em pacientes com formas moderadas e graves dessa doença.

Alguns estudos iniciais mostraram que também há uma disfunção musculoesquelética significativa em pacientes com COVID-19, embora estudos de acompanhamento a longo prazo ainda não tenham sido realizados.

Share This