Escolha uma Página

🍚 A Glutamina é um aminoácido não-essencial (o corpo produz de forma abundante quando em equilíbrio/boa saúde), mas desordens gastrointestinais podem demandar a sua suplementação.⠀

✔ Ela é benéfica à saúde intestinal e, quando necessário, também contribui para praticantes de atividades físicas.⠀

✔ Ela pode ser bem indicada para a recuperação da mucosa intestinal. Sobretudo, em casos de gastrite, esofagite, de síndromes absortivas (leaky gut, SII, chron), etc.⠀

✔ Sua aplicabilidade deve ser direcionada em conformidade com contexto orgânico de cada indivíduo (que leva em conta hábitos como alimentação, condição intestinal, atividades físicas ou determinada circunstância clínica que possa demandar o amino). Fato é que os aminoácidos desempenham papeis importantes em múltiplas frentes. Regulam a expressão gênica, as vias metabólicas, contribuem com o desenvolvimento humano e, também, podem fortalecer a imunidade. ⠀

Além disso, estudos apontam os aminoácidos não-essenciais, como a glutamina, como principal combustível metabólico para o intestino delgado. ⠀

✔ Achados científicos têm demonstrado que a glutamina na dieta pode atuar em prol da integridade da mucosa intestinal. Ou seja, no intestino, agindo em prol do crescimento celular e auxilia na absorção e transporte de nutrientes, bem como no aumento da permeabilidade intestinal.

Share This