Escolha uma Página

De acordo com a PainGenes Database, pelo menos 358 genes estão associados à dor e analgesia. Além disso, centenas de genes foram identificados como reguladores da dor, por meio de estudos de expressão gênica.
A fibromialgia tem forte associação com fatores genéticos. Tem herdabilidade estimada em 50% e os principais genes implicados com a sua fisiopatologia são: DRD4 (receptor de dopamina), COMT, MAOA (monomania oxidase), ADRB2 SLC6A4, HTR2A (receptores e transportadores de serotonina), TAAR1, dentre outros.
Atualmente, cada paciente recebe um tratamento baseado em tentativa e erro para a dor, mas em um futuro próximo, uma avaliação farmacogenética poderá implementar e predizer a resposta do paciente a determinado fármaco , além de determinar os efeitos colaterais esperados.

Share This