Escolha uma Página

Não deixe de tratar sua dor aguda!
O tratamento precoce e efetivo da dor aguda é de grande importância para prevenir que a dor se torne crônica. Se a dor se mantiver sem tratamento por um longo período, o sistema nervoso pode ser alterado e a dor pode persistir mesmo após a lesão ter sido curada. Este fenômeno é denominado “memória da dor” ou sensibilização central, principalmente na área correspondente ao corno posterior da medula espinhal (CPME), em que neurônios de 2ª ordem serão “bombardeados” pelos estímulos provenientes da periferia conduzidos pelas fibras C levando a alterações na modulação da nocicepção.
Essa sensibilização central caracteriza-se por diminuição do limiar de dor, expansão de campo receptivo, despolarizações ectópicas espontâneas decorrentes das alterações de permeabilidade dos canais iônicos e principalmente ativação dos receptores NMDA. Essas alterações permitem a entrada de cálcio na célula ativando complexos enzimáticos e levando à expressão genética com aumento na produção de receptores NMDA fenotipicamente alterados.
Todas essas alterações centrais provocadas pela dor não tratada vão evoluir para hiperalgesia, cronificação da condição dolorosa e incapacidade funcional do paciente tornando mais difícil o tratamento da dor.
Sendo assim, não subestime sua dor!
Foto: Vanessa Mckeown

Share This