Escolha uma Página

A articulação temporomandibular (ATM) funciona como uma dobradiça que liga o maxilar ao crânio. Sua disfunção (DTM) pode causar dor e desconforto orofacial.
Existem três tipos principais de DTM: a muscular, que ocorre quando a musculatura do sistema mastigatório sofre um excesso de tensão; a articular, que pode se dar tanto por uma sobrecarga da articulação quanto por traumas ou até doenças degenerativas, como osteoartrose e artrite reumatoide; e a mista, aquela que une os distúrbios musculares e articulares.
Alguns fatores podem desencadear, perpetuar e contribuir para que a dor e disfunção se apresente, dentre eles, trauma, estresse emocional, apertamento constante dos dentes quando acordado, bruxismo do sono e hábitos como mascar chicletes, roer unhas, etc, e até predisposição genética para dores crônicas, dentre outros. Antigamente, acreditava-se que tudo era causado pela posição dos dentes; hoje, os estudos mostram que o papel da má oclusão dentária na causa de DTM é pequeno.
Esta é uma doença que causa sofrimento a milhões de pessoas ao redor do mundo, diminuindo a qualidade de vida e restringindo o convívio social. Um dos sintomas mais comuns da DTM são: dificuldade ou estalidos ao abrir a boca, não conseguir abrir ou fechar a boca e dores de cabeça mais de duas vezes por semana.
Os tratamentos de escolha nos dias atuais são conservadores e apresentam excelentes resultados, baseados no autocuidado, medicação, placa de mordida, fisioterapia, dentre outros. Em uma porcentagem de casos a cirurgia pode ser indicada.
Foto: Alessandra Lemelle

Share This